21 de julho de 2009

Relato de NYC

Pensem numa cidade grande como São Paulo, cheia de atrações como o Rio, mas na qual se anda com uma incrível sensação de segurança. Nova York é SENSACIONAL! Nunca gostei tanto de um lugar como de lá. Acho que foi lá que se inventou o termo "cosmopolita". Incrível!

Chegamos na rodoviária, que fica simplesmente a uma quadra da Times Square. Achamos de cara o Junior Chessecake e já experimentamos a iguaria de lá. Ótimo! Depois pegamos o metrô para o Queens. O sistema de metrô é algo de impressionar! E, acreditem, muito simples. Fomos recebidos com flores por uma família que nem nos conhecia. Simpatia e acolhida nota mil.

Logo saímos e fomos ao Ground Zero, onde ficavam as torres gêmeas. Um buracão no qual há uma construção. Betinho comentou algo com que devo concordar: os prédios que ficaram de pé são bastante altos e, pelas imagens, as torres eram MUITO maiores. Deviam ser mesmo impressionantes. Nem deve ter sido tão difícil acertar os aviões nela.

Ali mesmo na Ground Zero, fica a Century 21st. Uma megaloja que vende as marcas com bons descontos. Dali voltamos à Times Sq., muito mais bonita à noite. Tomei café na Starbucks, que tem outro gosto em NYC. Voltamos cedo pra casa.

Na quinta acordamos cedo, fomos pegar o ferry pra Staten Island. É gratuito e passa ao lado da Estátua da Liberdade. De longe, mas de graça, compensou muito. Voltamos para a Times Sq (meu lugar preferido no mundo agora) pra tentar comprar ingresso para a Broadway com desconto. Conseguimos para o Phantom of the Opera (que foi chatíssimo, nem vou comentar). Então resolvemos conhecer a 5th Avenue a pé.

Júlia ficou eufórica em passar em frente às grifes mais chiquérrimas: Tiffanys, Escada, Armani, etc. Chegamos ao Rockfeller Center e visitamos a loja da NBC. Compramos camisas de Friends, Seinfeld e SNL. Ao sair de lá, ocorreu o lance do Obama, que já contei aqui.

Na sexta, fomos para o Metropolitan. SEIS HORAS DENTRO DO MUSEU E NÃO VIMOS TUDO! Saímos de lá boquiabertos e exaustos. Pegamos três metrôs para chegar ao prédio de Friends. A região lá é supercharmosa e que quereria morar por lá. Saímos decididos a subir no Empire States. Compramos os ingressos e na hora de entrar no elevador a mocinha nos avisou que a visibilidade estava quase zero, e que poderíamos voltar outro dia com aqueles ingressos. Desistimos de ir e voltamos pra casa porque estávamos quase mortos.

No sábado, Renato e Ana se juntaram a nós. Então fomos ao Empire States, depois ao Museu de História Natural, almoçamos no Planet Hollywood e fomos para o show de Sir Paul McCartney!

Mas esse merece um post só pra Ele!

7 comentários:

B. disse...

Turismo no prédio do Friends foi a melhor parte! Hehehehehe! :D

P. disse...

hahahahha

o melhor foi ter ido lá longe, cansadissimos, tirar 3 fotos e ir embora.

Vale a pena!

Vinix disse...

Juntem-se a mim nesse amor eterno por essa Brasila que é Nova York. Só o lugar predileto que não é o mesmo. Ainda continuo gostando muito da graminha do Central Park.

Julia disse...

I S2 NY!

H. disse...

Turismo nerd. Mas bem q eu iria também lá tirar fotos. Não recrimino.

Cabongue disse...

Rapaz, deve ter sido marromenos o mesmo que eu senti qdo fui a Londres :)

R. disse...

Eu tb estou com uma boa impressão de Chicago. Aliás, ótima!