28 de março de 2011

Cibelinha

Essa semana vi o Vinix comentando sobre a morte de Cibele Dorsa em algum canto por aí, e não tendo nunca ouvido falar dessa moça, e sendo domingo domingo, aquele dia lindo em que a gente se dedica profundamente a atividades sem muito sentido ou valor, me pus a guglar Cibelinha.

Ai, quantas surpresas! Ai, que diversão!

Gente! Eu sei que piadinha de morte é sacanagem, ainda mais um caso desse, mas venham comigo, leiam essa entrevista, e vejam se não tenho razão. Até ia grifar as melhores partes, mas nem pude, de tão bom que é tudo.

3 comentários:

Vinicius Rocha disse...

gente, ressicitou por minha causa! rs

P. disse...

Eu grifaria "Tenho livros sobre homens, muitos seguidores no Twitter que aconselho, e acabei virando a terapeuta dele. Eu tinha esse instinto maternal, eu era mãe, esposa, amante, tentei ser tudo ao mesmo tempo"

Além de: "Não ia resolver nada eu me matar. Agora estou me preparando para protagonizar a peça infantil A Bela Adormecida, que estreia sábado (19), no Teatro Bibi Ferreira, em São Paulo. Nada melhor do que trabalhar com o público infantil nesse triste momento."

H. disse...

Fui ver sobre a morte dela e num é que ela se matou também? Gente, que povo saudável da cabeça!