26 de abril de 2009

DEU PAU

Amigos, minha primeira meia-maratona deu pau. Na verdade, eu não arreguei. Até estava muito bem fisicamente. Mas tive que parar minha prova para ajudar uma pessoa que treina na minha equipe. Ela passou bem mal mesmo e ela achava que estava indo ao encontro do Pai. Até assustei um pouco. Andamos em carro com sirene e fomos levados até o posto de atendimento médico. Durante uma hora, soro, balão de oxigênio e muito gelo no corpo dela pra baixar a temperatura.
Nessas horas não tem como deixar uma pessoa passando muito mal e você simplesmente colocá-la no canto, chamar a ambulância e depois seguir correndo naturalmente.
Mas valeu. Fiz 13km inteirão e em um bom tempo.
Fica pra próxima!

7 comentários:

P. disse...

Ih, o Pai não costuma perdoar maratonistas... quanto a meio-maratonista parece que Ele é mais complacente. Como tem sido com nós sedentários.

Tiago Macambira disse...

Digo que essa foi a pior prova que eu já fiz na minha vida -- e é pq eu já fiz a volta da pampulha de ressaca e tendo dormido 2 horas.

Estava estupidamente quente e as subidas estavam pra matar.

Mas enfim, parabéns pela solidariedade, R -- têm se visto pouco dela por aí ultimamente. Pelo menos agora vc tem um motivo (a mais?) para ir para a meia do Rio em julho :-)

R. disse...

Maca, vc tá treinando?

B. disse...

Gente, todos correm?
Só dá atleta?

Vinix disse...

Eu corro, mas só das corridas.

Julia disse...

jent... que tragico!
R., mais vale uma consciencia tranquila no travesseiro do que uma medalha de honra ao merito na parede.

parabens!

Tiago Macambira disse...

R., estou :-) Bó'marcá' uma volta na pampulha qualquer dia desses :-P