21 de abril de 2009

BREVE RELATO DE UM TORCEDOR COM FAMA DE PÉ FRIO

Amanhã tem jogo do Sport pela Libertadores. Podemos nos classificar por antecipação, e eu tenho muito medo de assistir a jogos decisivos. Tenho uma grande fama de pé frio. Claro, tudo intriga da oposição.
Como aqui em Beverly Hills só são transmitidos jogos dos dois principais times locais, eu vi poucos jogos do Sport. A maioria era via internet mesmo. Assisti apenas a vitória sobre o Vasco por 2 a 0. Depois o jogo de volta (estava no Recife) decidido nos penaltis. Também assisti os jogos da final. Uma vitória e uma derrota. Mas eu acredito que a vitória se deveu a todo um ritual em que eu usei bermuda, camisa e chinelos do Sport, bandeira estendida na janela da sala e o mascote, Léo, sentado ao meu lado durante todo o jogo. Enquanto isso, L. ficava no nosso quarto, deitada, porque foi assim que aconteceu o primeiro gol e assim deveria se manter até o final do jogo. Deu certo. Fomos campeões.
Veio a Libertadores. Primeiro jogo, contra o Colo Colo no Chile. Eu estava em Buenos Aires. Para minha raiva, a Fox Sports não iria transmitir aquele jogo para lá, teria que me contentar em ver o jogo do Boca. A conexão do hotel era péssima, não consegui ver o jogo pela internet, nem sequer ouvir. Acompanhei pelo placar UOL. Vitória de 2 a 1.
Segundo jogo, contra a LDU. Nesse dia eu estava em Assunção. Mais uma vez o jogo do Sport, atual sensação do torneio, contra a LDU, atual campeã do torneio, não era o mais importante da rodada e não seria transmitido ao vivo pela Fox Sports. Mas a conexão do hotel era boa e consegui ver o jogo pela internet. Vitória de 2 a 0.
Terceiro jogo. Adversário: Palmeiras. O mais temido por mim. Dessa vez veria o jogo ao vivo, sem estar fora. Ledo engano. Para Beverly Hills seria transmitido um jogo do time local. Mas esse jogo da equipe de Beverly Hills atrasou e enquanto não começava, pude ver boa parte do primeiro tempo do jogo do Sport. Para minha tristeza, vi o Sport levando um gol. Em plena Ilha do Retiro. A Bombonilha! E depois, pela internet, o segundo gol do Palmeiras, calando a torcida.
Uma semana depois, jogo de volta contra o mesmo Palmeiras. Vejam bem, esse jogo eu pude acompanhar todo. Na íntegra pela TV. Esqueci de colocar o Léo do meu lado no início do jogo. 1 a 0 para o Palmeiras. Lembrei do Léo e o levei para o sofá, para ver o jogo ao meu lado. Sport empata de forma heroica. Segundo tempo tenso. Muito tenso. Eu e Léo já não aguentávamos mais. Mas deu certo. O famoso empate com gosto de vitória.
Para amanhã, uniforme completo e Léo do meu lado. Pelo saldo, vocês acham que sou mesmo pé frio?

5 comentários:

B. disse...

Preguiça moooooor de todo e qualquer esporte!

H. disse...

Ai, melhor não arriscar muito, hein? Estamos precisados dessa vitória pra não ficar na rôia.

Quando o sport perdeu do palmeiras em casa eu quase não achava minha camisa da sorte "Soy loco por ti America". Hoje já está tudo organizado pra evitar má sorte.

H. disse...

E como conseguir estudar com essa tensão?

Ai, ai, ai, ui, ui

R. disse...

Gostei de ver, o bom é falar "má sorte". Não fale nunca aquela palavra que começa com A e tem a letra Z logo depois.

E eu também já estou com todo o kit "boa sorte" organizado para a noite de hoje.

FORÇAAAAAAAAAAAAA!!!!!!!!!!!!!

P. disse...

Nao tenho duvida de seu pe-friismo!